segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Vídeo Hillary Clinton: "Obrigado às Putas Ativistas e aos Apoiadores de Putas"



O feminismo virou "apoio às putas". Quem poderia prever?

Bom, todos os que prestavam atenção corretamente no movimento feminista do início do século XX e sabiam qual é a moral a ser seguida.

Hoje em dia, fazer o que a Hillary Clinton faz no vídeo, ao dizer que apoia as putas e os "apoiadores de putas", não chama atenção de ninguém. Ninguém fica assustado, ninguém quer bani-la da política.

Da mesma forma, que no Brasil dizer que o PT conta com gays e lésbicas para ir para rua em defesa do Lula também não assusta ninguém.

Parece que as pessoas se juntam aos "analistas" da mídia que dizem que Trump, que defende a vida e a família, representa um retrocesso, mundo bom e progresso é mundo de putas, gays e lésbicas. Outro dia, vi o novo anti-petista no Brasil, Fernando Gabeira, dizer que Trump é um retrocesso. Ele faz parte de uma multidão enorme.

Os livros de escola e até padres continuam fazendo chacota das passeatas da Tradição, Família e Propriedade. Daí, temos pensamento paralisado em apoio à imoralidade, à destruição das bases da sociedade. Caso esse pensamento vença e domine sobraria o quê? Nada.


3 comentários:

Alex disse...

O feminismo faz parte do marxismo cultural. O marxismo cultura usa o feminismo como um de seus tentáculos para destruir a sociedade cristã. Aliás, tem um pensamento sobre o feminismo atribuído a Dom Orione que diz o seguinte:
“É cristão, é caridoso ocupar-se da condição da mulher, ou melhor, da família cristã. O ataque, por ora ainda latente, contra esta fortaleza social que é a família cristã, guardada e mantida pela indissolubilidade do matrimônio, prestai atenção, amanhã tornar-se-á furioso. O feminismo é uma parte importantíssima da questão social, e a nossa falha, ó católicos, é o de não tê-lo compreendido logo. Foi um grande erro. O dia em que a mulher, libertada de tudo aquilo que chamamos a sua escravidão, se tornar mãe segundo seu prazer, esposa sem marido, sem nenhum dever para quem quer que seja, nesse dia a sociedade desmoronará espantosamente para a anarquia, mais do que desmoronou na Rússia pelo bolchevismo.”

Pedro Erik disse...

É isso, Alex. Ele tem toda razão.
A mulher hoje quer ser homem. E a sociedade desmorona.

Abraço,
Pedro

Isac disse...

Que esperar de uma muié como essa, adotante de um regime de estúpidos, esquizofrênicos e debilóides, dando apoio apoio a tudo quanto sejam vilezas e paixões desordenadas?
É a Dilma edição made in USA!